Avaliação dos Manuscritos

 

Informações gerais

A História de Enfermagem: Revista Eletrônica (HERE) segue as orientações do Code of Conduct and Best Practice Guidelines for Journal Editors do Committee on Publication Ethics (COPE) para tomar conduta editorial em caso de plágio verificado (http://publicationethics.org/)

O artigo submetido à História de Enfermagem: Revista Eletrônica (HERE) exclusivamente pelo e-mail here@abennacioanl.org.br é analisado por pares (editores-chefes, editores associados, consultores ad hoc ou membros do conselho editorial).

O processo de avaliação por membros do conselho editorial ou por consultores ad hoc as cegas, estes pareceristas não têm acesso à identificação dos autores. 

Tramitação da avaliação de manuscritos

O processo de tramitação dos manuscritos têm duas dimensões: uma administrativa e outra de editoração científica propriamente dita.

Na tramitação administrativa, o manuscrito submetido pelo e-mail here@abennacional.org.br, é verificado pela equipe editorial quanto ao atendimento às normas. Em caso negativo, o material é devolvido para os autores para as adequações e a submissão não é completada.

Em caso afirmativo o manuscrito passa para avaliação por uma das editoras científicas, na qual se realiza um processo inicial de análise, para verificação se o manuscrito atende ao escopo da revista e se atende minimamente aos requisitos de uma produção científica. Em caso negativo para um desses itens, o manuscrito é recusado sumariamente.

Caso seja julgado em conformidade, a editora científica pode escolher dois cursos de ação: avaliar o manuscrito e emitir o parecer ou enviar a um dos editores associados.

O editor associado, por sua vez, decide sobre duas possibilidades: avaliar o manuscrito e emitir o parecer ou designar o manuscrito para um membro do conselho editorial ou para consultor ad hoc.

O membro do conselho editorial e o consultor ad hoc recebem apenas o documento principal, sem a identificação dos autores, avalia o manuscrito e emite o parecer (blinded review).

O parecer com base na avaliação pode ser: 1- aceito; 2- requer revisões e 3- recusado. O parecer “requer revisões” são considerados pelos editores, os quais entram em contato com os autores, para que as devidas providências sejam tomadas, no prazo determinado por estes.  Havendo divergências de pareceres em qualquer instância, um novo avaliador é designado para emitir parecer.